Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Cursos técnicos profissionalizantes vocação ou falta de opção? O caso do IF Baiano Campus Santa Inês
André Leonardo Souza, Patricia Moura Neves, Gilda Rocha dos Reis Neta, Bruna Laís dos Santos, Lisa Rocha Micheli

Última alteração: 2012-08-30

Resumo


O presente trabalho teve por objetivo identificar o interesse dos educandos dos cursos de Técnico em Agropecuária e Zootecnia em exercer a carreira profissionalizante, em nível médio, ou continuar seus estudos no ensino superior em áreas correlatas. Para tanto, realizou-se um diagnóstico com o uso de questionários semi-estruturados em todas as turmas dos dois cursos, sendo 03 turmas do curso Técnico em Agropecuária e 02 turmas do curso Técnico em Zootecnia. As amostragens corresponderam a 85,5 e 83,3% do total de educandos do curso Técnico em Agropecuária e Zootecnia, respectivamente. Quanto ao interesse em exercer a carreira técnica de nível médio, apenas 37,6% dos educandos do curso Técnico em Agropecuária afirmaram possuir interesse, 57,7% responderam que não pretendem seguir a carreira e 4,7% não souberam responder. No curso Técnico em Zootecnia, apenas 20% pretender exercer a carreira técnica, 73,3% não pretende seguir a carreira e 6,7% não souberam responder. Quanto à possibilidade de prosseguir os estudos em nível superior, 100% pretendem continuar seus estudos. Porém, apenas 20,8% direcionarão seus estudos para áreas correlatas a sua formação em nível médio (Ciências Agrárias). Os demais educandos pretendem direcionar para as seguintes áreas do conhecimento: Ciências Biológicas (17,7%), Ciências Exatas (13,8%) e Ciências Humanas (13,1%), nos dois cursos. O total de educandos que não sabe qual carreira pretende seguir superou todas as escolhas, 34,6% nos dois cursos. De acordo com os resultados apresentados verifica-se que do total de entrevistados nos dois cursos apenas 31,5% seguirão as carreiras que escolheram ao ingressar no ensino profissionalizante. Os resultados demonstram que a escolha dos educandos por cursos profissionalizantes, ofertados pelo IF Baiano campus Santa Inês, não ocorre exclusivamente por interesse em atuar na área profissional, mas talvez, pela oportunidade de estudar em uma Instituição pública diferenciada na região.

Texto completo: PDF