Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
ADSORÇÃO DE AZO CORANTES ACID RED USANDO RESÍDUO CELULÓSICO, CARVÃO ATIVADO E MATERIAL MESOPOROSO COMO ADSORVENTES
Ygor Dantas Furtado, Srta. Sousa Oliveira, Dra. Chaves Nogueira, Dra. Marinho Silva, Dra. Rodrigues Pessoa, Dr. Santos Araújo

Última alteração: 2012-09-03

Resumo


Neste trabalho a adsorção em batelada foi utilizada como o processo de tratamento para remoção em meio aquoso dos azo corantes Acid Red 18, 27, 66 e 151 usando como adsorventes o pó do bagaço de coco tratado (BC), o carvão ativado comercial (CA) e um material mesoporoso tipo Al-MCM-41. O estudo de foi executado a temperatura ambiente (30 °C), pH natural (6,0) e sob agitação de 150 rpm. Os dados de equilíbrio de adsorção foram modelados segundo as isotermas Langmuir e Freundlich. A adsorção a 30o C para todos os corantes foi mais promissora para o material mesoporoso Al-MCM-41 apresentando valores de capacidade máxima de adsorção (qmáx = 160,3 mg/g) superiores aos obtidos com o carvão ativado (qmáx = 100,2 mg/g) e com o resíduo de celulose (qmáx = 23,2 mg/g). Para o mesmo adsorvente a capacidade adsortiva dos corantes aumentou na ordem: AR 151 > AR 66 > AR 27 > 18.

Texto completo: PDF