Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Aquicultura Familiar na Amazônia: O Cultivo de Tambaqui (Colossoma macropomum, Cuvier, 1818) como Ferramenta para o Desenvolvimento e Segurança Alimentar no meio Rural em Comunidades do Município de Marituba, Estado do Pará, Brasil
fabricio silva fabricio silva, mayane de souza barbosa mayane barbosa, Alcione Antonia Nascimento de Lima alcione lima, Luciany do Socorro de Oliveira Sampaio luciany sampaio, Antonia Rafaela Gonçalves Macedo rafaela macedo, Adebaro Alves dos Reis adebaro reis

Última alteração: 2012-09-14

Resumo


O objetivo do presente trabalho tem a perspectiva de mostrar a piscicultura familiar como experiência de desenvolvimento rural sustentável da pequena produção familiar em sete comunidades agrícolas que trabalham com o cultivo de tambaqui (Colossoma macropomum, Cuvier, 1818) no município de Marituba, Região Metropolitana de Belém, Estado do Pará. Existem 22 piscicultores cadastrados. Deste total, apenas 10 produtores  foram entrevistados, de forma aleatória, os quais, responderam a um questionário semiestruturado com perguntas abertas e fechadas. Foi observado que a criação desta espécie nas comunidades eram praticada de forma extensiva. 70% da atividade ocorre predominantemente em viveiros, sendo também observada sua criação em tanques de alvenaria 20% e em tanques- redes 10%. Quanto ao sistema de cultivo foi verificado que a maioria das propriedades adota o sistema de policultivo 60% no intuito de melhor aproveitar a coleção d’água existente. Entre os maiores entraves relatados pelos entrevistados, destaca-se o alto custo para aquisição de insumos e matéria prima. Conclui-se que para o desenvolvimento desta atividade no município é necessária à adoção de ações governamentais de forma a traçar estratégias que viabilizem o acesso ao crédito aliado ações de marketing para divulgação da espécie e de assistência técnica e extensão rural.

Texto completo: PDF