Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Ensino de Tempo Integral: uma nova identidade da Escola Estadual Augustinópolis
Hédio da Silva Oliveira, Quitéria Costa de Alcântara Oliveira, Silvania Maria Oliveira da Silva, Edna Alves da Silva

Última alteração: 2012-10-21

Resumo


Resumo: Neste trabalho refletiu-se a qualidade da educação face ao novo contexto sociopolítico em que a escola de tempo integral é vista como centro das discussões e promessas de solução para os principais problemas da educação, seu referencial histórico-pedagógico e legislação pertinente. Para tanto, analisou-se a proposta de Ensino Integral ofertado pelo Estado do Tocantins, com base nas experiências vivenciadas na Escola Estadual Augustinópolis, em Augustinópolis - TO, contemplada com a implantação desse programa de ensino a partir do segundo semestre de 2011. A fundamentação da pesquisa baseou-se em documentos oficiais do Estado e da Instituição Escolar, observações da rotina escolar, relatos de experiências dos docentes, discentes e pais, bem como das discussões sobre políticas públicas convergentes com os diferentes tipos de saberes que as crianças e jovens precisam adquirir e vivenciar para a sua formação cidadã. Com implantação do regime integral a escola não recebeu nenhuma modificação na estrutura física e, passou a funcionar 9 horas e meia por dia, atendendo 622 alunos que antes eram distribuídos em dois turnos. Na tentativa de amenizar o problema foram feitas adaptações, transformando biblioteca, laboratório de informática, sala de xadrez e depósitos em salas de aula, reduziu-se a quantidade de alunos para 406 em 2012, porém, os índices de rendimento escolar baixaram. Entretanto, sabe-se que por ser um novo projeto, que está em fase de experimentação, poderá gradativamente ser reformulado para atender as necessidades dos alunos, visando a excelência. Espera-se, portanto, que esse trabalho sirva como referencial reflexivo para que outras instituições escolares possam planejar-se de forma antecipada para amenizar os impactos iniciais de funcionamento do ensino de tempo integral.


Texto completo: PDF