Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Desenvolvimento de um sensor químico nanoestruturado fundamentado na tecnologia de nanotubos de carbono e p-nitroanilina ativada in situ para detecção de NADH
Joab Serra Rodrigues da Silva, João Paixão Santos Neto, Erivaldo de Oliveira Costa, Leonardo Vieira da Silva, Jonas dos Santos Sousa, Phabyanno Rodrigues Lima

Última alteração: 2012-08-30

Resumo


No presente trabalho é descrito, de forma inovadora e simples, o desenvolvimento de um sensor químico a base de nanotubos de carbono de paredes múltiplas (do inglês, MWCNT) e funcionalizados com uma nova sonda eletroquímica, a p-nitroanilina (p-NA) para detecção eletrocatalítica de b-nicotinamida adenina dinucleotídeo (NADH). Após o processo de imobilização (polimerização via técnica potenciodinâmica, Ei= 0,0 e El= 1,0 vs. Ag/AgCl), o grupo nitro (R-NO2) presente na p-NA foi ativado eletroquimicamente in situ a partir de varreduras sucessivas de potencial no sentido catódico entre  0,6 e -1,0V vs. Ag/AgCl. Em seguida, a sonda eletroquímica formada (R-NO/R-NHOH, E=0,0 V vs. Ag/AgCl) mostrou-se estável e bastante sensível para oxidação eletrocatalítica de NADH em tampão fosfato 0,1 mol L-1, pH =7,0 e potencial de detecção em 0,0 V vs. Ag/AgCl, tornando-se, portanto, uma excelente alternativa para determinação da coenzima. 

Texto completo: PDF