Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Identificação de cianobactérias no rio Cocó – Fortaleza (CE) no trecho próximo ao lixão do Jangurussu
barbara chaves aguiar barbosa, Marcus Vinicius Andrade, gloria Maria Silva, Kelly De Araújo Rodrigues

Última alteração: 2012-10-17

Resumo


O atual estado de degradação da qualidade das águas superficiais tem trazido à tona as consequências das ações negativas do homem sob o ambiente natural. Em específico, os recursos hídricos localizados nas grandes cidades tem recebido maior parcela dessa degradação. Outra importante consequência dos impactos antrópicos nos ecossistemas aquáticos é a ocorrência de acelerados processos de eutrofização, causando um enriquecimento artificial desses ecossistemas pelo aumento das concentrações de nutrientes na água, principalmente compostos nitrogenados e fosfatados, advindos principalmente das descargas de esgotos domésticos e industriais clandestinas.

Essa modificação no meio propicia o crescimento excessivo de cianobactérias, as quais produzem e liberam para o meio líquido toxinas (cianotoxinas) que podem afetar a saúde humana, tanto pela ingestão de água como por contato em atividades de recreação no ambiente, ou ainda pelo consumo de pescado contaminado. Com intuito de relacionar a presença desses microrganismos com a qualidade da água do trecho do rio Cocó que se localiza nas proximidades do lixão do Jangurussu – Fortaleza-CE –, este estudo realizou análises de fósforo total, frações nitrogenadas e pH, e identificou os principais gêneros de cianobactérias observados no rio. As concentrações de nutrientes foram expressivas, amônia – 47, 51, 53, 49, 58, 53 mg.L-1; nitrito – 0,5, 0,5, 0,5, 0,5, 0,6, 0,5 mg.L-1; nitrato – 0,1 mg.L-1, fósforo total – 16,6, 16, 15, 14,7, 15,7, 16,2 mg.L-1 e potencial hidrogeniônico – 7,2, 7,4, 7,2, 7,2, 7,3, 7,4, respectivamente para o P1, P2, P3, P4, P5 e P6.    Os gêneros de cianobactérias encontrados foram: Oscillatoria sp., Planktothrix sp., Pseudanabaena sp., e Merismopedia sp., sendo os mais representativos os Oscillatoria sp., Planktothrix sp., característicos de ambientes altamente poluídos.


Texto completo: PDF