Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Estudo comparativo de tratamento de águas produzidas contaminadas com petróleo através de dois processos de separação: adsorção com carvão ativo e extração líquido-líquido com querosene de aviação (QAV)
Ana Costa Oliveira, AIRTON SANTOS ARAÚJO DE SOUZA, ALYSSON BRUNO LIMA DE OLIVEIRA, ALESSANDRA CAVALCANTE DE FREITAS BARBOSA, LAMIA NOGUEIRA DA SILVA, ANA ELIZABETH BONATO ASATO

Última alteração: 2012-10-16

Resumo


Entre os diversos efluentes gerados na indústria do petróleo, encontram-se as águas de produção que são misturas complexas de materiais orgânicos e inorgânicos, suspensos e dissolvidos (OLIVEIRA, 2009).  Dentre os seus contaminantes, encontram-se substâncias sólidas, sulfetos, metais pesados e o petróleo, cuja concentração, nestes efluentes, pode exceder os limites permissíveis pela legislação em vigor, estabelecidos pela  resolução CONAMA 357. O presente trabalho tem como objetivo mostrar os valores de caracterização de  uma amostra de água produzida proveniente do pólo petroquímico de Guamaré, através de uma sonda multiparamétrica com capacidade de avaliar vários parâmetros na água (pH, turbidez, condutividade, amônia,cloretos, nitrato) simultaneamente, e posteriormente, apresentar a eficiência de separação obtidas para dois processos: adsorção com carvão ativo e extração líquido-líquido, usando querosene de aviação como extratante Para avaliação da eficiência de remoção dos teores de petróleo, utilizou-se o aparelho TOG/TPH da Wilks Enterprise Corp – Modelo HATR – T (TOG). Basicamente os materiais utilizados nos ensaios consistiram de carvão ativo, querosene de aviação (cedido pela PETROBRAS), funis de separação de 1000mL de capacidade e béqueres para transferência de amostras.Os resultados mostraram que os dois processos realizados para este trabalho, dentro das suas limitações , apresentaram valores de eficiências de remoção próximos a 90%, considerando-se a constituição química do carvão ativo e do querosene, ambos com afinidades naturais pelo petróleo.  Observou-se também que o parâmetro turbidez é um fator a ser considerado, já que o carvão minimiza bastante seus teores, que são aumentados quando utiliza-se querosene na extração líquido-líquido, constrastando assim, com os baixos valores de contaminante obtidos pela leitura de TOG ao final do trabalho. Concluiu-se que muitos resultados foram obtidos e que estes atenderam às expectativas do projeto inicial, sendo base para trabalhos futuros com variação de granulometria dos carvões utilizados na adsorção e mudanças de outras variáveis na extração líquido-líquido.


Texto completo: PDF