Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
A pesca do camarão na Comunidade São Sebastião da Brasilia
Jairo Ildefonso Guimarães

Última alteração: 2012-08-29

Resumo


O camarão Macrobrachium amazonicum é muito apreciado pela população ribeirinha no Amazonas, o que torna essa espécie um alvo da pesca artesanal local. Procurando entender como os pescadores da comunidade São Sebastião da Brasília capturam o camarão, visitas foram realizadas nos locais das pescarias no período de julho a setembro/11, onde foram coletados dados sobre tipos de embarcação e apetrechos de pesca utilizados nessa atividade. Os dados adquiridos mostraram a existência de um novo apetrecho de pesca, conhecido localmente como “camaroeira”, este foi desenvolvido pelos ribeirinhos da própria comunidade. Foi observado que 100% das embarcações são canoas de madeira movidas a motor rabeta ou remo.  Cada pescador captura em média 20 litros de camarão/pescaria e utilizam iscas de peixe cozido para atraírem os camarões. Na época em que ocorrem as maiores capturas de camarões, nos meses de agosto e setembro, toda a produção é comercializada em Parintins pelas pescadoras no mercado central e feiras da cidade, onde lucram em média RS 1500,00/mês. Esta atividade tem melhorado a qualidade de vida dos comunitários e despertado também o interesse de pescadores de fora da comunidade, que almejam atuar na pesca do camarão na região.

Texto completo: PDF