Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Diagnose nutricional da cultura do milho pelo Método das Faixas de Concentração no município de Araguatins-TO
Lafaiete de Sousa Santos, Roberta de Freitas Souza, Miquéias Alves da Rocha César, Elberte Ferreira Guida dos Santos

Última alteração: 2012-08-20

Resumo


A introdução de cultura do milho no município de Araguatins-TO depende da aplicação de bons programas de correção da acidez do solo e adubação. A implantação desses programas depende da realização da diagnose do estado nutricional da cultura. O objetivo deste projeto é realizar a diagnose nutricional em área de produção de milho no Instituto Federal do Tocantins (IFTO) no município de Araguatins, TO através da interpretação das análises de terra pelo Método das Faixas de Concentração. Foram selecionados pontos de amostragem, em uma área de produção de milho no IFTO, conforme as características locais de topografia e tipo de solo. As amostras de terra foram coletadas no início do florescimento pleno (60 dias após o plantio). Coletou-se cinco amostras simples na profundidade de 0 a 20 cm para cada ponto, totalizando 30 pontos de amostragem. As amostras foram submetidas à análise química segundo metodologia da Embrapa (1997). Para estimar a produtividade foram coletadas duas linhas de 3 m de plantio para cada ponto de amostragem, obtendo uma média. As análises de terra foram interpretadas pelos métodos das faixas de concentração, utilizando as tabelas de Souza & Lobato (2004) e pela Comissão de Fertilidade do Solo de Goiás (1988). Para auxiliar na interpretação das amostras foram calculados valores máximos, mínimos, médias, coeficientes de variação (CV) e aplicado o teste W de normalidade. Os resultados permitem concluir que a cultura do milho apresentou grande desequilíbrio nutricional, como consequência do excesso de nutrientes como P, K, Ca e Mg, proporcionando baixa produtividade.


Texto completo: PDF