Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE OS RESERVATÓRIOS DO PRATA E TAPACURÁ (PERNAMBUCO-BRASIL): PROMOÇÃO À CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS
Aline Costa Ribeiro, Edson Ferreira Aquino, Marianna de Souza Leão Paiva, Carlos Eduardo Menezes Silva

Última alteração: 2012-09-15

Resumo


Os recursos hídricos correspondem as águas superficiais ou subterrâneas existentes em uma área, possuidoras de múltiplos usos, dentre os quais destacam-se o abastecimento doméstico, recreação, irrigação, navegação, harmonia paisagística, criação de espécies aquáticas e proteção da comunidade aquática. Entretanto, inúmeros corpos d’água cuja finalidade inclui o abastecimento público encontram-se poluídos ou em estado inicial de degradação ambiental. Neste sentido, esta pesquisa objetiva realizar uma análise comparativa entre a qualidade de água dos reservatórios do Prata e de Tapacurá - utilizados para abastecimento de água na cidade do Recife - evidenciando a necessidade de conservação e recuperação dos recursos hídricos. Pra tanto, foi imprescindível a coleta de amostras de água desses açudes, que ocorreu em agosto e dezembro de 2011, para obtenção de dados dos parâmetros de oxigênio dissolvido, potencial hidrogeniônico, fósforo, sólidos totais, condutividade elétrica, turbidez e fitoplânction. A partir dessas análises, observou-se que o oxigênio dissolvido apresentou quantidades variantes e valores mais altos para o Açude do Prata; o pH apresentou-se ácido para as águas do açude do Prata e de neutro a ligeiramente básico para Tapacurá; além disso este reservatório apresentou valores superiores a 0,2 mg/L fósforo e taxas cinco vezes maiores de sólidos totais em comparação ao Prata. Portanto, testifica-se a boa qualidade de água do açude do Prata, sendo superior a evidenciada para Tapacurá. Nesta perspectiva, ações de conservação e provimento das águas do reservatório do Prata são essenciais, dentre as quais são passíveis de serem aplicadas atividades de fiscalização, monitoramento, educação e compensação ambiental.


Texto completo: PDF