Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Praia artificial “Porto Real”: um exemplo de medida de mitigação de impactos que não deve se repetir
José Miranda de Sousa, Sinara Carvalho de Oliveira, Lucivânia Pereira Glória, Voninio Brito de Castro

Última alteração: 2012-08-28

Resumo


No principio do empreendimento da criação do lago para a barragem do Lajeado a população de Porto Nacional, por ser uma cidade pioneira, os esclarecimentos prestados a sociedade portuense por parte da UHL foram aquém dos impactos sofridos seja na contrapartida da atual localização da praia artificial que fica atualmente no vertedouro do esgoto que são lançados nas águas do ribeirão São João que atravessa vários setores da cidade Porto Nacional. A cidade de Porto Nacional possuía como principal atrativo praias de águas cristalinas, correntes e areias limpas. Além de uma posição geográfica privilegiada por várias cidades circo-vizinhas e de estar a 64 km da capital do estado do Tocantins. Este trabalho teve como escopo analisar a real situação do ribeirão São João, sendo que as dificuldades encontradas são de tamanho colossal porque a atual Praia Porto Real se encontra diretamente em frente no ponto de desembocadura do esgoto da cidade. Este trabalho teve como objetivo analisar a Praia artificial Porto Real como medida de mitigação dos impactos do lago no turismo local a partir da percepção dos barraqueiros da praia. A metodologia foi baseada nas técnicas do método etnográfico com técnicas do DRP (Diagnóstico Rural Participativo). Foram realizadas entrevistas coletivas com o grupo focal composto de sujeitos formados por barraqueiros (comerciantes da praia) dependentes do turismo local atual e anterior ao empreendimento do lago. Foram elaborados relatórios de observação in loco. Os resultados mostram que a mudança da praia para o local atual  não teve sucesso na aceitação dos barraqueiros (comerciantes) e turistas, em função, da redução de banhistas e turistas em geral ao longo dos anos de construção. A pesquisa mostrou que a sociedade local sentiu, no geral, traída em seus valores mais importantes que são: lazer e atrativos turísticos naturais. Notou-se que o descontentamento da população ainda é grande.


Texto completo: PDF