Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
UMA EXPERIÊNCIA DE IMERSÃO NO TRATADO BRASIL-FRANÇA: CARACTERIZAÇÃO DA LOCALIDADE, DOS CURSOS, UNIDADES ESCOLARES DE DOIS CURSOS TÉCNICOS EM ANÁLISES CLÍNICAS.
Hebert Lima Batista

Última alteração: 2012-10-16

Resumo


A análise de currículo, da estrutura didático-pedagógica e da infraestrutura revela o quanto um curso de uma unidade de ensino contribui para transformar a realidade de um aluno em relação ao desenvolvimento de conhecimento, habilidades, formação moral e social. Assim, utilizar indicadores avaliativos para observar estas diferenças é uma maneira de se conhecer estas realidades. No intuito de conhecer estas experiências foi realisado uma análise comparativa entre duas unidades de ensino, uma no Brasil e outra na França utilizando uma ferramenta que conceitua indicadores quali-quantitativos. Para caracterização das unidades no contexto regional procurou descrever as características macro e micro econômicas, ambientais, sociais e administrativas dos cursos. Para tanto fez uma analise descritiva comparativa. As duas unidades apesar de estarem em estados completamente diferentes e de contexto econômico diferentes devido a renda per capta e sua macroeconomia apresentarem produtos brutos bastantes desiguais, as expectativas de formação e representatividade social da unidade na comunidade dos países são aproximadamente iguais, formar mão de obra capacitada para as unidades industriais e mudar as realidades socioeconômicas dos estudantes. As duas regiões se assemelham em relação a proporção da divisão do produto interno bruto e a população regional de atendimento, além da organização logística regional privilegiada, por ser local de entroncamento entre a Europa Oriental e Ocidental, enquanto a brasileira ser entroncamento entre as regiões norte, nordeste e sul do Brasil, rota de distribuição dos materiais e produtos. A industrialização apesar de ser muito maior na frança o Brasil se organiza em atividades agropecuárias e industrias de transformação destes produtos. Assim, aproveitar as oportunidades para conhecer as realidades de desenvolvimento de países industrializados e mentalidade de formação de recursos humanos para industria local privilegia um estado em desenvolvimento bem como os cursos que estão e são implementados nestes, aproveitando as fortalezas e desviando das dificuldades.

Texto completo: PDF