Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
A Geografia Escolar e os estudos do campo: conhecendo realidade socioeconômica dos municípios potiguares
Édila Naly da Silva Gonçalves, Francisco Ednardo Gonçalves, Vitor Spinelli de Medeiros

Última alteração: 2012-09-09

Resumo


O estudo de campo se constitui num recurso didático para o ensino aprendizagem dos estudantes dos mais distintos níveis de ensino, nele existe a possibilidade de interação direta entre os estudantes e diferentes paisagens, possibilitando assim além de um contato direto com a realidade estudada, a construção de um pensamento todo por base a vivência com a realidade. A fim de ampliar as aprendizagens da Geografia Escolar no Ensino Médio Integrado, em 2011 foram realizadas aulas de campo da disciplina Geografia III, com as turmas do 3° ano dos Cursos Técnicos Integrado em Edificações, em Informática e em Eletrotécnica do IFRN Campus Natal Central. No presente artigo abordaremos os resultados obtidos durante a vivência no município de Viçosa-RN, na oportunidade, além de caminhada no centro da pequena cidade e explicações do professor teve um momento de entrevista com a população local. Em sala de aula, previamente, os estudantes elaboraram coletivamente um questionário a fim de conhecer melhor o cotidiano dos moradores do lugar e suas impressões sobre Natal, capital do Estado. A realidade identificada pelos estudantes e os problemas relatados pela população de Viçosa é expressa um problemático contexto em que se encontram centenas de outros municípios brasileiros. Falta de investimentos governamentais eficientes, má gestão administrativa, concentração de renda, são alguns dos fatores que colaboram para os baixos índices de desenvolvimento das cidades do interior do Rio Grande do Norte e a falta de perspectiva de uma vida melhor para a população local.

Texto completo: PDF