Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Atividades de Educação Ambiental para alunos com Deficiência Visual: um relato de experiência.
Polliana Farias Veras, Regiana Sousa Silva, Lorena Rúbria de Oliveira Coelho, Paula Maria Mesquita Santiago

Última alteração: 2012-08-04

Resumo


Resumo: A Educação Ambiental é um tema que deve envolver todos os públicos, já que diz respeito à qualidade de vida na Terra, incluindo, portanto, a diversidade do público escolar. Felizmente, a educação especial vem caminhando numa perspectiva inclusiva, mobilizando as escolas a se adaptarem para receber as pessoas com necessidades educacionais especiais. Neste sentido, o ensino de Educação Ambiental, como parte da educação geral, também precisa buscar alternativas para atender a esse público e proporcionar a eles a oportunidade de estar inteirados nas questões relativas ao meio ambiente. Acreditando nisso, esta pesquisa visou a elaboração de uma Proposta de ensino de Educação Ambiental para alunos com deficiência visual, que contempla um conjunto de atividades com estes alunos e a produção de recursos no campo da tecnologia assistiva. Como parte dessa proposta realizou-se atividades com um grupo de alunos com deficiência visual da Escola de Cegos do Maranhão (ESCEMA), para o cumprimento dessas atividades seguiu-se o seguinte roteiro: um passeio pela praia, a realização de uma oficina de reutilização e uma atividade recreativa. Os objetivos dessa experiência foram: proporcionar a esses alunos maior contato com a natureza, informar, sensibilizar e conscientizar quanto à problemas ambientais e atitudes para a conservação ambiental. Para verificar o alcance dos objetivos pretendidos com essa Ação, foi realizada uma entrevista com os alunos que participaram do evento. Pelas respostas dadas nessas entrevistas e pela observação direta desses alunos, ficou evidenciada a relevância da atividade no processo de conscientização ambiental desses alunos. Constatou-se como a aprendizagem com qualidade por parte de alunos com deficiência visual é sim possível, desde que lhes sejam oferecidas todas as condições favoráveis.


Texto completo: PDF