Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Análise da influência do tempo na viscosidade para amostras de bentonitas para seu uso em fluidos de perfuração.
Danielly Vieira de Lucena, Jean Pierre Veronese, Danyllo Vieira de Lucena, José Alves do Nascimento Neto

Última alteração: 2012-10-19

Resumo


As dispersões de argilas bentoníticas sódicas possuem uma relação estreita com o tempo, ou seja, elas apresentam um comportamento dependente do tempo. Esse comportamento é conhecido como tixotropia. Os fluídos tixotrópicos são aqueles que se caracterizam por uma transformação isotérmica reversível apresentando um estado gel quando em condições de repouso, e recuperando sua fluidez quando submetido ao cisalhamento. Em fluídos de perfuração o comportamento tixotropico é bastante desejado e é exatamente para o uso das argilas em fluidos de perfuração que o este trabalho é proposto. Selecionamos amostras de bentonitas e efetuamos todo o procedimento do experimento relativo ao sistema argila-água para analisarmos assim a influencia do tempo sobre as amostras. Para sua validação dispersamos as amostras de argilas em água destilada em um agitador mecânico durante 20 minutos e as deixamos em repouso por 24 horas. Para fazermos a determinação da viscosidade agitamos as dispersões de ambas as amostras, logo após usamos o viscosímetro para medir as viscosidades plástica e aparente. Os resultados mostraram que as viscosidades da amostra de argila natural praticamente não se alteraram mostrando assim que elas não são adequadas para a aplicação proposta, já as viscosidades da amostra de argila industrializada apresentaram resultados que comprovaram que seu uso em fluídos de perfuração é viável.

Texto completo: PDF