Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Levantamento entomofaunístico preliminar em áreas de cultivo agroecológico e covencional do município de Ouricuri – PE
Maria Rita Alves da Silva, Farnézio Castro Rodrigues, Elizângela Maria de Souza, Beatriz Alves de Jordão, Janaína da Costa, Eliane Souza Gomes Brito

Última alteração: 2012-12-13

Resumo


O presente estudo contempla áreas de cultivo com manejo convencional e áreas onde se pratica o manejo agroecológico no município de Ouricuri, localizado no sertão do Araripe, em Pernambuco 7°53’16’’S 40°4’43’’W, com agricultura tipicamente familiar destacando-se as comunidades em processo de transição para o sistema agroecológico, em busca de práticas ecológicamente aceitáveis. O objetivo deste trabalho foi estudar o potencial da entomofauna local como bioindicadora de qualidade ambiental. O levantamento de dados envolveu áreas de cultivo agroecológico e convencional do entorno do município de Ouricuri-PE, utilizando armadilhas tipo Pitfall contendo álcool 70% e detergente neutro 2%. Os insetos coletados foram mantidos em recipientes contendo álcool 70% para posterior triagem. Os resultados encontrados, mostram uma maior representatividade de insetos da ordem himenóptera, cerca de 87% nas áreas de cultivo covencional, enquanto que nas áreas de cultivo agroecológico apenas 30% dos insetos amostrados pertenciam a esta ordem. Nas áreas de cultivo agroecológico houve maior representatividade da ordem coleóptera, cerca de 70%, enquanto que nas áreas de cultivo convencional foram amostrados apenas 4%, dados relevantes visto que são insetos conhecidamente mais exigentes quanto a qualidade ambiental. Foram amostradas ainda exemplares de outras ordens em ambos sistemas de cultivo, cerca de 1% do total coletado. Os resultados revelam que os sistemas de cultivo adotados no município de Ouricuri, diferem nas populações de insetos coletados, permitindo inferir que os insetos podem ser importantes bioindicadores de qualidade ambiental, para tanto faz-se necessário um maior número de métodos amostrais possibilitando correlacionar  a população de insetos ao nível de qualidade ambiental das áreas em estudo.

Texto completo: PDF