Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
SIMULAÇÕES E MODELOS COMPUTACIONAIS APLICADOS AO ENSINO DE QUÍMICA
José Durvalino de Moura Leal Filho

Última alteração: 2012-08-27

Resumo


Com o acesso ao computador e especificamente à internet, o mundo cresce, gradativamente, unindo informações e conteúdo em tempo real. Anteriormente, o conhecimento era restrito a um grupo de pessoas, tendo diversas limitações associadas tanto ao conteúdo quanto a sua disseminação. A partir dessa velocidade de informações geradas pelo computador, as diversas áreas do conhecimento veem crescendo e se destacando de forma ampla e contínua. Nesse quadro, os softwares computacionais ganham amplo destaque, já que, cada vez mais estão presentes nas salas de aulas do país. Através deles, os alunos conseguem obter uma visão ampla do problema abordado, e assim incentivando-os a ter maior interesse e maior compreensão. Durante a pesquisa, foram utilizados os softwares gratuitos “ACD/Chemsketch”, “Chamland”, “Chemlab”, tais programas são usados para simulações de experimentos realizados em laboratórios e modelagens moleculares com visualizações em 3D. É possível dispor de uma ampla variedade de softwares que divertem, ensinam e atraem o aluno e o professor ao conhecimento. De certa forma, o uso dos programas propicia a interdisciplinaridade entre química e informática. Além disso, o aluno cria autonomia, podendo usar meios que facilitem sua aprendizagem sem que haja acompanhamento do professor, mesmo que este seja peça fundamental tanto na apresentação aos softwares quanto nos estudos em geral. Com base nos resultados obtidos, foi possível sugerir o uso de tais programas por professores e alunos em sala de aula, contribuindo com o processo de aprendizagem.

Texto completo: PDF