Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
UMA EXPERIÊNCIA COM OS ALUNOS DE 1º ANO DO ENSINO MÉDIO DO IFPI-UNED USANDO APRESENTAÇÕES ANIMADAS SOBRE A APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA DE CONHECIMENTOS PRÉVIOS.
Leonardo Fernando Araújo

Última alteração: 2012-08-29

Resumo


Essa pesquisa destina-se, a saber, se os usos de apresentações animadas, utilizando programas computacionais, contribuem de forma eficiente, positiva e aceitável como uma ferramenta para ter o conhecimento prévio dos alunos de 1º ano do ensino médio do Instituto Federal do Piauí, Campus Teresina Zona Sul (UNED). Também enfoca a questão sobre saber os meios que os educadores utilizam atualmente para ter um pré-conhecimento do entendimento do aluno mediante ao conteúdo que será ministrado. Isso porque muitos educadores tomam qualquer iniciativa sobre qual é a estratégia mais adequada em sala de aula, contudo esta deve ser empregada não pela simples escolha do professor, mas pela realidade que a turma se encontra mediante ao conteúdo proposto. Trata-se de uma pesquisa de campo, tendo como ferramenta a utilização de programas computacionais como forma de apresentar a animação para os alunos, envolvendo o assunto de Mecânica de voo, mais especificamente o questionamento: “O que é voar?”. Fazendo em seguida, com o auxilio deste programa, perguntas sobre o que voa e o que não voa à classe para que o professor possa avaliar qual a melhor forma de agir durante toda a aplicação do assunto no tocante às respostas colhidas dos alunos. E por fim, haverá uma avaliação com o professor através de um questionário em que ele mostra sua opinião sobre a aplicação realizada e o que ele faz para ter o conhecimento prévio de seus alunos.

Os resultados coletados tanto pelo professor quanto pelos alunos a respeito da aplicabilidade da ferramenta proposta foi satisfatória na perspectiva de tanto os alunos mostraram domínio de conteúdo perante o assunto abordado, Mecânica de voo, quanto pelo educador em criticar positivamente a utilização da dinâmica estabelecida aos objetivos firmados anteriormente.


Texto completo: PDF