Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
CONHECIMENTO POPULAR TRADICIONAL SOBRE PLANTAS MEDICINAIS DE MORADORES DO MUNICIPIO DE CORRENTE, PIAUÍ
Marcelo Ribeiro Mesquita

Última alteração: 2012-09-10

Resumo


A Etnobotânica é uma área científica que estuda a relação que existe entre o homem e as plantas e o modo como às populações usam os recursos vegetais. É através dela que se mostra o perfil de uma comunidade e seus usos em relação às estas, pois cada uma tem em seus costumes e peculiaridades, visando extrair informações que possam ser benéficas sobre usos medicinais das mesmas. Além de contribuir não só para resgatar conhecimento tradicional que está em processo de se perder pelo choque com a cultura dominante, como resgatar os próprios valores das culturas com que entra em contato. O objetivo desse projeto é resgatar e documentar os conhecimentos tradicionais relativos a elas o seu uso medicinal utilizadas no município de Corrente. O levantamento etnobotânico foi realizado na zona urbana do município e as informações utilizadas foram coletadas através de questionários e entrevistas semi-estruturadas, onde os dados referentes às plantas medicinais foram organizados em tabelas onde consta: nome vulgar, família, nome científico, indicações de uso e o modo de preparo. Chegou-se então aos resultados onde mostram 41 famílias, 49 gêneros e 50 espécies. No contexto geral as espécies mais usadas foram o Mentha spicata L. (vick), usado para gripe, tosse, dor no corpo, e seguido pelo Bryophyllum calycinum (folha santa) indicado para inflamação dos rins, garganta, cicatrização. Os dados obtidos em Corrente demonstram que a comunidade é detentora de um rico conhecimento sobre a flora medicinal da localidade ajudando assim no fortalecimento científico e cultural desta.

Texto completo: PDF