Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Padrão microbiológico de potabilidade da água destinada ao uso humano no IFRN, Câmpus Currais Novos
Francisco Angelo Gurgel da Rocha, João Ricardo Galvão Bezerra, Joyce Azevedo Bezerra de Souza, Letícia de Medeiros Rodrigues Bezerra, Eduarda Denyse Medeiros de Pontes, Magnólia Fernandes Florêncio de Araújo

Última alteração: 2012-07-19

Resumo


A água é o mais importante recurso vital para a humanidade na terra, mas se tratada de maneira inadequada, pode se tornar um eficiente vetor de transmissão de doenças, em especial àquelas transmitidas pela via fecal-oral, capazes de resultar em óbito.

Analisamos a potabilidade da água destinada ao uso humano, tendo bioindicadores os coliformes totais e coliformes termotolerantes a 45°C/Escherichia coli na água disponível à população do Câmpus Currais Novos do IFRN. Foram realizadas 16 análises em 4 pontos de coleta (pias do refeitório e cantina do CTq e 2 bebedouros destinados aos alunos). Utilizou-se o método dos tubos múltiplos (teste presuntivo: caldo LST, 35±1°C/24±2h; Testes confirmatórios: coliformes totais – caldo VB, 35±1°C/24±2h; coliformes termotolerantes a 45°C/E. coli - caldo EC, a 44,5±0,2°C/24-48±2h). A produção de gás (1/10 do Duhran) foi considerada resultado positivo. A confirmação da presença de E. coli foi realizada através de semeadura em ágar BEM (35±1°C/24±2h) e observação criteriosa da presença das características típicas para presentes em colônias desta espécie.  Foram reprovadas perante a legislação vigente 62,5% das amostras. A presença de E. coli foi registrada em 100% das amostras provenientes da pia destinada ao fornecimento de lanche aos alunos. Todas as amostras provenientes da pia situada no refeitório foram aprovadas perante os limites estabelecidos pela legislação vigente.


Texto completo: PDF