Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Os sólidos totais dissolvidos (STD) e a Condutividade Elétrica (CE) nas águas de poços do município de Crateús-CE
José Ossian Gadelha de Lima

Última alteração: 2012-07-17

Resumo


A utilização de águas subterrâneas pela população rural do município de Crateús-CE é uma prática corriqueira, principalmente nos períodos de estiagem, quando os recursos hídricos se apresentam muito escassos. As fontes dessas águas são geralmente poços artesanais construídos por particulares ou pela própria comunidade. No entanto, na quase totalidade de todas as fontes não existe um sistema de monitoramento da qualidade dessas águas, o que pode trazer problemas graves para aqueles que a consomem. Assim, este trabalho teve por objetivo estudar, durante um ano, o comportamento dos sólidos totais dissolvidos (STD) e da Condutividade Elétrica (CE) em amostras de água de 10 (dez) poços artesanais do município de Crateús-CE, tentando identificar sua influência na qualidade dessas águas. Para isso, foram analisados mensalmente os teores de Ca2+, NH4+, Mg2+, Al3+, Cl-, SO42-, NO2-, NO3-, CO32-, HCO3-, HO-, Na+, K+ e Fe3+, cuja soma fornece o valor de STD. A condutividade elétrica de cada amostra foi medida, através de um condutivímetro, no momento da coleta. Os resultados das análises mostraram que apenas 05 (cinco), dos 08 (oito) poços localizados na zona rural do município de Crateús-CE, apresentaram água de boa qualidade para consumo humano. Além disso, somente 06 (seis) desses poços oferecem água que podem ser usadas para irrigação, algumas apresentando restrições.

Texto completo: PDF