Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Simulações empresariais como método de aprendizagem dos conceitos da Ciência Administrativa: um estudo comparativo na visão de professores e acadêmicos do curso de Administração
Eva Maria Campos, Antônio Raniel Lima, Thiago Bessa Pontes, Maria Fátima Roseno, Ana Marília Barbosa

Última alteração: 2012-08-20

Resumo


O presente artigo teve como principal objetivo verificar a percepção da eficiência do uso das simulações empresariais na aprendizagem dos conceitos da Ciência Administrativa para a formação de executivos, em um estudo comparativo na visão de acadêmicos e professores. Principia uma proposta com outras fases para averiguar, num escopo mais abrangente, a eficiência no alcance de objetivos didáticos com o uso das simulações. Foram desenvolvidos referenciais teóricos dando sustentabilidade à pesquisa, mostrando a evolução gradativa da Administração, a Andragogia e simulações como estratégia de ensino acadêmico. A pesquisa foi realizada em duas fases. Na primeira, uma atividade realizada entre alunos do curso de Administração de uma instituição pública e privada pontuou as variáveis necessárias à etapa seguinte de mensuração. Na segunda fase foram aplicados noventa e três questionários, com aspectos levantados como vantajosos no uso da técnica. Para captar a visão dos professores, os respondentes solicitaram melhor aprofundamento dos pontos propostos, apontaram vantagens, mas cuidados na elaboração de exercícios de simulação. A pesquisa teve um caráter exploratório-experimental e como resultado detectou-se, na opinião de ambos, a anuência de técnica eficiente para a promoção da aprendizagem de Teorias Administrativas. Os atores congraçam em suas opiniões sobre as condições e dinâmica diferenciadas de aprendizagem. Todavia, há aspectos a serem descortinados, que demandam aos pesquisadores, coordenadores de curso e docentes, meticuloso trabalho de planejamento, adoção, novas pesquisas e análises. Promover maior eficiência de aprendizagem é importante. Manter a qualidade, sem equivocar os procedimentos educativos é indispensável. E a Ciência pode subsidiar um caminho mais assertivo entre um o outro ponto. Dosar em que momento estas técnicas mais dinâmicas e vivenciais devam ser aplicadas é um grande desafio aos profissionais que desejam desenvolver modelos de educação prontos a servir a uma formação adequada de administradores capazes de tornar seus ambientes de trabalho melhores sucedidos.

Texto completo: PDF