Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Avaliação dos parâmetros indicativos de desenvolvimento biológico e da produção da alface e rúcula em cultivo consorciado
Izabel Cristina Glória Sousa, Mariana Pereira Moura Lima, Marcus André Ribeiro Correia, Diniz Didier Dias, Sonia Maria Alves da Silva, Evercino da Costa Amorim

Última alteração: 2012-10-17

Resumo


Objetivou-se com este trabalho avaliar os parâmetros biológicos indicativos de desenvolvimento e, ainda avaliar a produção de massa verde em consórcio, em relação ao seu cultivo solteiro. O experimento foi conduzido na área experimental agrícola da Faculdade Católica do Tocantins, Campus de Ciências Agrárias e Ambientais, localizada no município de Palmas - TO.  O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com cinco tratamentos (cultivo solteiro e consorciado alface e rúcula) dispostos em: T1- alface Amanda e rúcula Cultivada; T2 - alface Lucy Brown e rúcula Cultivada, T3 - alface Amanda, T4 - alface Lucy Brown, T5 – rúcula Cultivada, em quatro repetições. Foi avaliada a variável de crescimento: altura e diâmetro do caulículo das plantas, nesta mesma ocasião as plantas foram colhidas e pesadas em balança analítica para determinação da produção da massa verde. O cultivo consorciado da alface e rúcula não influenciou na produção de massa fresca total.

Texto completo: PDF