Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DE VARIEDADES DE ACEROLAS EM DOIS ESTÁDIOS DE MATURAÇÃO
Raimunda Valdenice Silva Freitas, Pahlevi Augusto de Souza, Evando Luís Coelho, Mayara Salgado Silva, Elisabeth Mariano Batista, Elaine de Oliveira Ferreira

Última alteração: 2012-10-17

Resumo


Este trabalho teve por objetivo avaliar as características físico-químicas de cinco variedades de acerolas (BV1, BV2, BV3 e C6P3), em dois estádios de maturação (verde e madura), provenientes de pomar experimental da Unidade de Ensino e Pesquisa (UEPE), em Limoeiro do Norte – CE. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, e esquema fatorial 5x2. O primeiro fator foi composto pelas variedades de acerolas (BV1, BV2, BV3 e C6P3) e o segundo fator constou dos estádios de maturação (verde ou maduro) com 5 repetições de 10 frutos por parcela para cada tratamento. As características avaliadas foram às seguintes: teor de sólidos solúveis (ºBrix), acidez titulável (g de ácido málico/100g de polpa), relação SS/AT (Ratio), pH e vitamina C. Os frutos de acerolas das variedades BV1, BV2 e BV4 apresentaram maiores teores de vitamina C no estádio verde e maduro os quais se enquadram nos padrões exigidos pelas indústrias quanto aos teores de ácido ascórbico. E as variedades BV4 (estádio verde) e BV2 (estádio maduro) apresentaram maiores valores de sólidos solúveis e Ratio, sendo um importante indicativo de sabor dos frutos. 


Texto completo: PDF