Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Matéria orgânica e nitrogênio em resíduos esgotados de fossas e tanques sépticos residenciais da cidade de Juazeiro do Norte - Ceará
Iacy Pereira Castro, Joana Paula Menezes Gomes, Maria Carolina Silva Oliveira, Yannice Tatiane Costa Santos, Jefferson Queiroz Lima

Última alteração: 2012-08-28

Resumo


O sistema de saneamento no Brasil é bastante precário, apenas 10% do total de esgoto gerado recebem algum tipo de tratamento. A região do nordeste reflete essa situação sendo uma das regiões que apresenta pequena porcentagem quanto aos domicílios beneficiados pela rede coletora de esgoto. A cidade de Juazeiro não difere desta estatística, com uma população de 249.829 habitantes é a maior cidade do interior cearense, o esgotamento sanitário cobre apenas 38,63% da cidade. Devido a falta de cobertura pelo sistema público de esgotamento sanitário na cidade, a população adota como sistema de disposição final dos seus resíduos as fossas, por possuírem facilidade construtiva e operacional. Diante disso, o presente trabalho teve como objetivo caracterizar, quanto os teores de Demanda Bioquímica de Oxigênio, Demanda Química de Oxigênio e frações nitrogenadas, os resíduos esgotados de fossas da cidade de Juazeiro do Norte. A coleta dos resíduos foi realizada seguindo os procedimentos de amostragem no momento da descarga do caminhão na estação de tratamento de esgotos Malvas. Após as análises laboratoriais as nove amostras estudadas apresentaram médias de DBO5, DQO, amônia e nitrogênio orgânico de 1.253 mgO2/L, 4.935 mgO2/L, 291,8 mgN/L e 198,2 mgN/L, respectivamente. As amostras podem ser consideradas com alta parcela biodegradável, o que aparentemente é favorável para que este tipo de resíduo seja tratado por mecanismos biológicos, contudo é de fundamental importância conhecer as características físico-química e microbiológica desses resíduos para analisar a eficiência do método de tratamento a ser aplicado tomando conscientemente o dimensionamento de ETE’s, obedecendo assim a capacidade de autodepuração dos corpos receptores.

Texto completo: PDF