Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
carica papaya L, germinação, matéria seca, substrato
Maria Maiara Coelho

Última alteração: 2012-10-17

Resumo


Os elevados níveis de sais presente na água de irrigação, podem afetar negativamente o cultivo de algumas plantas, não toleráveis a elevados níveis de condutividade elétrica, podendo causar vários danos à planta desde a germinação ate a fase de produção de frutos. No semiárido nordestino os problemas de salinização, ocorrem principalmente, por causa do manejo inadequado da água na irrigação e por causa dos altos índices de evapotranspiração. A cultura do mamão tem um valor comercial importante, por isso a importância de seu cultivo em todas as regiões do país inclusive na região nordeste. O trabalho foi realizado em ambiente telado (50%), no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus de Sobral, no período de junho e julho de 2012. O experimento foi conduzido com a cultivar, Carica papaya L. pertencentes aos grupos Formosa e Hawaí. Os níveis de salinidade utilizados foram 0,27 dS m-1, 1,5 dS m-1, 3,0 dS m-1, 4,5 d Sm-1, e 6,0 d Sm-1.  As variáveis avaliadas foram percentagem de emergência, índice de velocidade de germinação, quantidade de folhas por plântulas; comprimento da raiz; comprimento do caule; peso seco da parte aérea; peso da raiz. As variedades Formosa e Hawaí tiveram os índices de germinação e velocidade germinativo, decrescentes de acordo com o aumento da condutividade elétrica. Para todas as variáveis avaliadas só obteve-se resultados, ate a condutividade elétrica 3,0 dS m-1, para as duas variedades. A maior media para massa seca foi obtida no nível 02 1,5 dS m-1, na variedade Formosa. Então se conclui que, a variedade Formosa se destacou com o melhor índice de germinação, em função dos níveis de sais, e variedade Hawaí, mostrou-se mais sensível quanto a altos níveis de condutividade elétrica.


Texto completo: PDF