Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
A importância do programa Novos Talentos no ensino de química para a formação de alunos críticos e pesquisadores
Walker de Lima Cordeiro, Kleyfton Soares da Silva, Mayrane Carla Marques do Nascimento, Maria Ismênia Gomes Nunes, Joacy Vicente Ferreira, Johnnatan Duarte de Freitas

Última alteração: 2012-09-28

Resumo


Resumo: Este artigo é resultado das análises realizadas pelos discentes do curso de Licenciatura em Química, através da participação como monitores do programa Novos Talentos, financiado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e promovido no Instituto Federal de Alagoas para 19 alunos da educação básica de quatro escolas estaduais do município de Maceió/AL. Com carga horária de 40h distribuídas em uma semana, os alunos desenvolveram práticas experimentais para descobrir e/ou comprovar questionamentos pré-existentes entre eles, a cerca de fenômenos relacionados à química na cozinha, além de participarem de palestras, peças teatrais, construção de paródias e outros. As atividades tiveram foco no desenvolvimento de experimentos com materiais alternativos que estimulassem a construção de conhecimentos pautados na compreensão intuitiva, na capacidade de solucionar problemas e não meramente focados em seguir roteiros com resultados bem definidos. Com os resultados dos experimentos os alunos puderam desmistificar conceitos que os acompanharam há muito tempo e passaram a ver a química como um curso indispensável à suas formações, à medida que conseguiram relacioná-la a diversos acontecimentos do dia a dia. O perfil traçado dos alunos das escolas públicas permitiu evidenciar a necessidade dos professores intensificarem aulas experimentais com o objetivo de incentivar, aguçar a curiosidade, construir cidadãos críticos e, sobretudo, atuar com novas metodologias de ensino, almejando o construtivismo coletivo em sala de aula.


Texto completo: PDF