Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Sensor Químico fundamentado na tecnologia de papel para a determinação do Ácido Xanturênico presente no sangue do mosquito Aedes aegypti
Erivaldo de Oliveira Costa, Marília Oliveira Fonseca Goulart, Phabyanno Rodrigues Lima

Última alteração: 2012-09-12

Resumo


A dengue é uma doença viral originária do sudeste da Ásia presente em países como o Brasil, pois, o clima tropical favorece  para a proliferação dessa doença. O mosquito Aedes aegypti transmissor da dengue apresenta a 4,8-Dihidroxiquinolina-2-ácido carboxílico (ácido xanturênico) em abundância no seu intestino e atua como um importante antioxidante. Portanto, o desenvolvimento de dispositivo capaz de identificar e quantificar a concentração desse analito é de fundamental importância. Neste trabalho investigou-se a utilização dos papéis qualitativo, quantitativo e cromatográfico como plataforma para o desenvolvimento de um dispositivo cuja finalidade é a detecção do ácido xanturênico (AX). Para a determinação em papel foi utilizado íons Fe2+ proveniente do sulfato de ferro (II) e amônio (Fe(NH4)2(SO4)2.6H2O) já que este íon está presente na hemoglobina e seu complexo com o AX apresenta coloração verde, favorecendo assim, a utilização do sistema em papel.


Texto completo: PDF