Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
MICROEMULSÕES COMBUSTÍVEIS: Uma leve abordagem no ensino de físico-química
Cássio da Silva Dias, Jefferson de Lima do Nascimento, Michelle Silva Pinto

Última alteração: 2012-10-20

Resumo


Nos últimos anos, uso de combustíveis oriundos da biomassa como substituto dos derivados de petróleo tem sido intensificado, pois, sabe-se que os combustíveis fósseis emitem maiores níveis de poluentes e que as suas reservas (petróleo) naturais, de fontes não-renováveis são limitadas. Desse modo os óleos vegetais surgem como principal alternativa de combustível para serem utilizados nos motores do ciclo diesel, porém, a sua utilização na forma in natura tem suas limitações, uma vez que, sua elevada viscosidade, pode onerar os custos de manutenção do motor, além de reduzir o seu tempo de vida útil. Portanto, o presente trabalho teve como objetivo obter um biocombustível microemulsionado a base de óleo de fritura, álcool combustível e isobutanol. Sendo que na primeira etapa foi realizada a decantação e filtração a vácuo do óleo como etapas de pré-tratamento, posteriormente foi determinada a acidez do óleo para verificar a qualidade da matéria-prima. Antes dos ensaios de caracterização das microemulsões, construiu-se um diagrama de fases com os constituintes do sistema microemulsionado, a partir do qual foram escolhidos três sistemas, para os ensaios de caracterização do biocombustível. Os valores de acidez encontraram-se dentro dos limites da ANP (Agencia Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), com viscosidades significativamente menores que a do óleo, mostrando assim a eficiência que as microemulsões têm de reduzir a viscosidade do óleo de fritura, desse modo atendendo as recomendações do órgão fiscalizador de combustível no Brasil. No intuito de apresentar o trabalho de pesquisa desenvolvido e melhorar a contextualização dos conteúdos abordados na disciplina de Físico-Química do ensino médio, fez-se uma leve abordagem das microemulsões nas aulas de dispersões.


Texto completo: PDF