Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
ESCOLARIDADE, TRABALHO E IMC ASSOCIADOS À ATIVIDADE FÍSICA EM JOVENS MASCULINOS NA REGIÃO NORDESTE, BRASIL
Aldemir Smith Menezes, Marcos de Aderno Ferreira, Rubens Almeida de Jesus, Vanessa Santos, João Paulo da Silva

Última alteração: 2013-01-03

Resumo


RESUMO: Introdução: A prática habitual de atividade física auxilia nos benefícios à saúde e ao bem-estar. Objetivo: verificar os fatores associados à atividade física em jovens masculinos em idade de alistamento militar no nordeste brasileiro. Metodologia: A amostra deste estudo de corte transversal foi composta por 758 pessoas, retirada da população de jovens em processo de alistamento militar, mediante o processo aleatório simples em dois estágios. As variáveis independentes do estudo foram: nível econômico, estado civil, escolaridade, ser trabalhador, tabagismo, etilismo, estresse e índice de massa corporal. A prática de atividade física habitual foi utilizada como variável dependente. Para análise dos dados realizaram-se a estatística descritiva e a análise multivariável pela regressão linear múltipla, por meio do método de seleção stepwise. Resultados: verificou-se associação entre o nível de atividade física com ser trabalhador (p<0,001), a escolaridade (p=0,013) e o Índice de Massa Corporal (p=0,038). O coeficiente de determinação ao quadrado ajustado (R2 Ajustado) apresentou baixa explicação (3,5 %) para o desfecho. Conclusão: jovens trabalhadores, com menor escolaridade e menor Índice de Massa Corporal apresentaram maior possibilidade de ser ativos.

Texto completo: PDF