Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
REMOÇÃO DE BTEX E DE MATÉRIA ORGÂNICA CARBONÁCEA POR FUNGOS EM REATOR DE ESCOAMENTO CONTÍNUO
Sara Fátima Firmino, Isabel Cristina Moreira, Patricia Celestino, Gloria Marinho Silva, Kelly Rodrigues

Última alteração: 2012-08-30

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo avaliar a remoção dos compostos tóxicos contidos na gasolina, os compostos BTEX. E observar também a remoção da matéria organica. Sobre os compostos do BTEX, foram removidos de forma muito eficiente atingindo ápices de orto-xileno 96,98%, na coleta 11; benzeno 99% e meta-xileno e para-xileno 97%, na coleta 17 e tolueno 98%, na coleta 18. Mas manteve médias de remoção de 93% para benzeno, 95% para tolueno, 94% para etilbenzeno, 93% para meta-xileno e para-xileno e 92,5% para orto-xileno.A DQO particulada atingiu a maior eficiência de 73%, na coleta 7, e a DQO solúvel de  85%, na coleta 13, sendo as médias de 40% e 54% para DQO particulada e solúvel, respectivamente. O fenol, subproduto da degradação dos BTEX, também foi removido do meio pelos micro-organismos, mostrando sua eficiência do sistema.


Texto completo: PDF